Como os Morcegos vivem com tantos vírus?

Eles são considerados a provável fonte do surto de Coronavírus que se espalha pelo Mundo. Acontece que eles podem ter um sistema imunológico que os permite coexistir com muitos vírus causadores de doenças.

Se surtos anteriores de Coronavírus são alguma indicação, a cepa de Wuhan que está se espalhando agora pode ser rastreada até morcegos.

Dr. Peter Daszak, presidente da EcoHealth Alliance, que trabalha na China há 15 anos estudando doenças que “saltam” de animais para pessoas, disse: “Ainda não sabemos a fonte, mas há evidências bastante fortes de que a origem deste Coronavírus é de um morcego”. Ele disse: “Provavelmente será o morcego-ferradura chinês”, uma espécie comum.

Se ele estiver certo, essa cepa se juntará a muitos outros vírus que os morcegos carregam. As epidemias de SARS e MERS foram causadas por Coronavírus de morcego, assim como uma epidemia viral altamente destrutiva em porcos.

Morcego se alimentando de Banana no comedouro de aves em um sítio particular na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O local esta inserido entre duas APAs Municipais na Cidade do Rio de Janeiro.

Um morcego pode hospedar muitos vírus diferentes sem adoecer. Eles são o reservatório natural do vírus Marburg, dos vírus Nipah e Hendra, que causaram doenças e surtos humanos na África, Malásia, Bangladesh e Austrália. Eles são considerados o reservatório natural do vírus Ebola. Eles também carregam o vírus da raiva, mas nesse caso os morcegos são afetados por ela.

Sua tolerância aos vírus supera a de outros mamíferos, sendo uma de suas muitas qualidades distintas. Eles são os únicos mamíferos voadores, devoram insetos transmissores de doenças por tonelada e são essenciais na polinização de muitas frutas, como bananas, abacates e mangas. Eles também são um grupo incrivelmente diversificado, constituindo cerca de um quarto de todas as espécies de mamíferos.

Mas sua capacidade de coexistir com vírus que podem se espalhar para outros animais, em particular os humanos, pode ter consequências devastadoras quando os comemos, comercializamos nos mercados de gado e invadimos seu território.

Aprender como eles carregam e sobrevivem a tantos vírus tem sido uma questão profunda para a ciência, e novas pesquisas sugerem que a resposta pode ser como as adaptações evolutivas dos morcegos ao vôo mudaram seu sistema imunológico.

Em um artigo de 2018, cientistas da China e Cingapura relataram sua investigação de como os morcegos lidam com algo chamado detecção de DNA. As demandas de energia do vôo são tão grandes que as células do corpo quebram e liberam pedaços de DNA. Mamíferos, incluindo morcegos, têm maneiras de identificar e responder a esses fragmentos de DNA, o que pode indicar uma invasão de um organismo causador de doenças. Mas em morcegos, os cientistas descobriram que a evolução enfraqueceu esse sistema, que normalmente causaria inflamação ao combater os vírus.

Os morcegos perderam alguns genes envolvidos nessa resposta, o que faz sentido, porque a própria inflamação pode ser muito prejudicial ao corpo. Eles têm uma resposta enfraquecida, mas ainda está lá. Assim, escrevem os pesquisadores, que essa resposta enfraquecida pode permitir que eles mantenham um “estado equilibrado” na resposta efetiva, e não uma “super resposta” contra vírus.


OBS: Os animais fotografados são livres e vivem em uma área de Mata Atlântica que possui duas APAs Municipais na Cidade do Rio de Janeiro. O local do registro é um sítio particular que fica no corredor ecológico entre estas duas áreas de proteção ambiental.

O comedouro de aves é utilizado para registros fotográficos e observação de animais. Todos os dias o comedouro é limpo e alimentado com frutas diversas.

O Projeto SER Ambiental apóia os trabalhos realizados por Cientistas Brasileiros (e também Estrangeiros) na luta para conter o Coronavírus.

Nossa equipe trabalha incessantemente para a Conservação da Biodiversidade.


Foto de Capa: Yuri Borba

Redação / Pesquisa / Estudo: Yuri Borba

Fontes:

http://www.nytimes.com/2020/01/28/science/bats-coronavirus-Wuhan

http://www.australiangeographic.com.au/topics/wildlife/2020/04/this-is-why-bats-can-carry-deadly-disease-with-little-effect-on-their-health/

Um comentário

  1. Vai ter gente agora pondo a culpa de tudo o que acontece de ruim no morcego. Coitado do bicho. Se ele falasse, diria que o pior vírus que já viu é o da raiva humana.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s